O elo perdido da fotografia

Artigo de Maurício Lissovsky, inspirado pelo ensaio  A imagem-memória de Philippe Dubois.

Palavras-chave: fotografia; cinema; sonho; arquivo; fotograma.

Fotografia e cinema colocados frente a frente: “aprender algo a respeito da fotografia pelo viés do cinema” – a isso se propunha Dubois. Ou ao contrário. Para além das ontologias, nesta aproximação “transterritorial”, como é possível que permaneçam ainda estranhos um ao outro? Será necessário desde já estabelecer as condições deste encontro: onde ele acontece (no caso do Dubois, não há dúvida de que acontece e, sobretudo, acontece. Em “A Imagem-memória” há muitos “ondes” como estados da memória (Roma, Pompeia, os palácios da mnemônica clássica), mas o “quando” permanece incerto, aberto, ainda por definir.

 

Baixar arquivo