A disciplina trata dos pressupostos teóricos das Relações Públicas identificando as principais teorias e correntes de pensamento, tanto na perspectiva brasileira, como internacional. Trata de analisar a atividade de Relações Públicas como “consultora” e promotora dos relacionamentos das organizações com seus públicos estratégicos.

Reflete sobre o verdadeiro papel do profissional de Relações Públicas nas organizações contemporâneas. A reflexão desses conceitos permite dimensionar a práxis das Relações Públicas de forma estratégica na administração dos relacionamentos das organizações com seu universo de públicos, tanto no nível nacional como internacional. Objetivos:

Tópicos:

• Refletir sobre os pressupostos teóricos das Relações Públicas, identificando as principais teorias e correntes do pensamento contemporâneo;

• Analisar o papel e as funções do profissional no desenvolvimento da atividade de Relações Públicas na sociedade atual;

• Estudar as novas dimensões das Relações Públicas: desde a utilização do processo de comunicação até as funções das dimensões culturais, políticas e econômicas na administração estratégica dos relacionamentos e no desenvolvimento do interesse público;

• Identificar as práticas de Relações Públicas mediante a execução de trabalhos práticos.

Conteúdo Programático:

• Analisar os novos enfoques teórico­práticos da atividade de Relações Públicas, tanto no âmbito mundial, como no local ­ Brasil;

• Refletir sobre o desenvolvimento das Relações Públicas no Brasil: origens, evolução e as interfaces com a comunicação organizacional;

• Identificar os conceitos e abrangências dos públicos na prática das Relações Públicas: a importância do mapeamento para a melhoria dos relacionamentos;

• Analisar as dimensões políticas, econômicas, sociais e culturais dos ambientes da sociedade para a prática da comunicação e Relações públicas;

• Apresentar a cultura como a interface da comunicação no gerenciamento de qualquer processo comunicativo;

• Discutir a importância da responsabilidade social e da ética nos negócios, como políticas e filosofias organizacionais;

• Caracterizar os novos ambientes mundiais e analisar a importância das Relações Públicas Internacionais/Globais, assim como suas características e dimensões;

• Refletir sobre a relevância da ética e da responsabilidade social nas organizações e sociedade: aparência ou essência?

• Estudar as novas formas de gestão, entre elas a Governança Corporativa.

Profa Dra Maria Aparecida Ferrari

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1976), graduação em Relações Públicas pela Faculdade Anhembi Morumbi (1981), mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (1993) e doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (2000).

É professora da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Foi Diretora da Faculdade de Jornalismo e Relações Públicas da Universidade Metodista de São Paulo de 2001 a 2008. Entre 2000 até 2009 foi Coordenadora do Curso de Relações Públicas da Univ. Metodista de São Paulo. Foi professora do curso de Relações Públicas de 1987 a 2009. Membro dos Conselhos Editoriais das seguintes publicações: Strategic Communication Journal, Revista Dixit, Revista Organicom. Foi Diretora responsável da Revista Estudos de Jornalismo e Relações Públicas, de 2003 a 2008.

Foi fundadora da ABRAPCORP, tendo sido membro do Conselho Fiscal de 2006 a 2010, Diretora de Relações Públicas de 2010 a 2012 e Diretora Editorial de 2012 a 2014. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Relações Públicas, atuando principalmente nos seguintes temas: relações públicas, ensino de relações públicas, cultura organizacional, administração de crises e projetos experimentais

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4776373U6

Módulo II: Administração da Comunicação Organizacional/ Corporativa/ Institucional

ver todas disciplinas