A presente pesquisa propõe a compreensão do Museu Comunitário como espaço comunicacional de produção partilhada do conhecimento, sobretudo no interior das relações dialógicas entre Comunidades Tradicionais e a Pesquisa Universitária.

Nesse sentido, o objetivo é promover um diálogo em bases nomeadas de pós-coloniais e nos cruzamentos das Ciências Sociais e da Comunicação com experiência de gestão compartilhada do acesso de Museus Comunitários, em seus espaços comunicacionais de duas culturas indígenas do Brasil Central (Mato Grosso) os Bororos (sobretudo na Aldeia de Meruri) e os Xavantes (na aldeia de Sangradouro).

A proposta da ampliação do conceito de Museus Comunitários nestas comunidades é apresentada aqui como produção partilhada do conhecimento(Bairon, 2007) tal como tem sido trabalhada pelo CEDIPP – Centro de Estudos de Comunicação Digital e Produção Partilhada de Conhecimento) USP.

 

Coordenador: Prof. Dr. Sérgio Bairon Blanco Sant’Anna